20

Naturmil Vitamina K2 60 Comprimidos


19,91 15,93

Qtd:

Contribui para a normal coagulação do sangue e para a manutenção de ossos normais.

Agente de volume: celulose microcristalina; menaquinona 7 (0,2% de vitamina K2 derivada da soja fermentada ou Natto); antiaglomerantes: fosfato de cálcio dibásico; estearato de magnésio; dióxido de silício.

Por 1 comprimido: Vitamina K2 100 µg (133,3% VRN*).

* VRN – Valor Referência do Nutriente.

Tomar 1 comprimido ao dia. Se necessário, poderá tomar até 2 comprimidos ao dia.

Conservar em local fresco, seco e ao abrigo da luz.
Se ocorrer alguma reacção, parar a utilização.
Não exceder a toma diária recomendada.
Evite o produto em caso de alergia ou sensibilidade a algum dos ingredientes.
Se estiver grávida, a amamentar, a tomar alguma especialidade farmacêutica ou se sofre de alguma doença, consulte o seu médico ou técnico de saúde antes de tomar este suplemento.
Os suplementos alimentares não devem ser utilizados como substitutos de um regime alimentar variado e de um estilo de vida saudável.
Manter fora do alcance das crianças.

Vitamina K, consiste em dois grupos, um chamado de Vitamina K1, disponível nos vegetais de folha verde e a K2, que é sintetizada por bactérias intestinais e se encontra também disponível no queijo e no natto (feijões de soja fermentados – produto típico do Japão). A maior parte das pessoas ingere vitamina K em doses suficientes para um correto funcionamento da coagulação sanguínea. Contudo, estudos recentes demonstram que a dose diária recomendada atual não é suficiente para suportar as funções ao nível ósseo e de saúde vascular.
Na coagulação sanguínea, o papel da vitamina K já é conhecido desde 1930. É crucial na formação de 8 fatores de coagulação que convertem fibrinogénio solúvel em fibrina insolúvel na circulação. A fibrina é usada diretamente para fazer coágulos. A maior parte das pessoas possui um teor de vitamina K suficiente para suportar esta função.
No que diz respeito à saúde óssea, pesquisas indicam que a não carboxilação da proteína Gla-Osteoclacina está correlacionada com uma baixa densidade óssea e, consequentemente, maior fator de risco. A suplementação de vitamina K2, e não de K1, reduziu a incidência de fraturas, a taxa de perda de densidade mineral óssea e aumentou a resistência óssea.
Já na circulação sanguínea, pesquisas recentes revelaram que a matriz das proteínas Gla podem inibir a calcificação dos vasos sanguíneos e até mesmo reverter o processo de calcificação e restaurar a flexibilidade arterial. Para este processo, é necessária a vitamina K2.

Apresentação: Embalagem com 60 comprimidos.